Virei síndico, e agora?

CompartilheTweet about this on TwitterShare on Google+0Share on Facebook0Share on LinkedIn0

Se você foi eleito síndico da noite para o dia, fique tranqüilo!

Apesar de parecer um pouco assustador no início, tudo fica mais simples se você seguir algumas dicas práticas, tornando a experiência muito gratificante. Afinal, gerenciar um condomínio parte do mesmo princípio de administrar uma empresa!  

virei-sindico-v1

Existe um padrão definido para ser síndico? A resposta é não! O perfil de síndico geralmente é bastante amplo, formado por moradores com idades, profissões e ideias distintas. Mas todos têm o mesmo objetivo em comum, sabe qual? Vontade de liderar e contribuir fazendo o seu melhor para obter um bom convívio no condomínio.

Na prática, o que pode ser feito para iniciar uma gestão com sucesso? Nós, da Winker, conversamos com síndicos de todos os tipos e vamos compartilhar com você algumas dicas importantes para quem está iniciando nessa missão.

1 – Inteirar-se dos assuntos do Condomínio

Ao assumir a gestão, o síndico deve se inteirar de todos os elementos referentes ao condomínio. Vale um levantamento de ativos e passivos financeiros, de eventuais pendências trabalhistas, de problemas de estrutura do prédio (rachaduras, vazamentos, entre outros) e de procedimentos que precisam ser atualizados formalmente para melhor convívio dos moradores. Com o mapeamento do condomínio, o síndico de primeira viagem pode organizar as principais áreas da gestão e elaborar um plano de ação contanto, inclusive, com o apoio dos conselheiros.

2 – Conhecer profundamente o Regimento Interno

Como morador, você já deve conhecer o regimento do condomínio, mas como síndico, suas responsabilidades são ainda maiores. Por isso, faça uma boa leitura, levanta pontos sensíveis para serem melhorados e detenha as respostas necessárias para a boa condução do condomínio.

3 – Conhecer os termos básicos

Estude o conceito de termos importantes: Previsão orçamentária, Fundo de reserva, Fração Ideal e Rateio. Esses conceitos são a base da gestão financeira do condomínio e, normalmente, ditam as regras do que se pode ou não pode fazer com os recursos arrecadados com a taxa condominial.

4 – Não seja um general

Outra dica importante de nossos síndicos é evitar virar um general!O síndico é responsável por quase tudo o que acontece no condomínio, portanto, deve ser mediador de conflitos e tratar os empregados, fornecedores e moradores com respeito e atenção. O autoritarismo não traz engajamento e sim enfrentamento.

5 – Promover a participação positiva

Para ter sucesso em sua gestão, você precisa trazer objetividade e promover o envolvimento regular do coletivo nas decisões mais importantes, como obras e melhorias. Promover troca de opiniões antes das assembleias, seja presencialmente ou via ferramenta digital de comunicação, faz com as pessoas tenham a oportunidade de contribuir positivamente e ajuda a evitar grandes conflitos nas assembleias. Não esqueça de envolver sua administradora, ela prestará assessoria nos momentos mais difíceis.

6 – Seja transparente

Não crie falsas expectativas, uma gestão clara e objetiva é o que os condôminos esperam de você! Seja organizado e criativo, descubra soluções a partir das condições do condomínio que você administra. Lembre-se, transparência com as contas do condomínio é uma atitude valorizada pelos moradores. Desse modo, cria-se um vínculo de confiança e respeito entre todos.

Para ajudar você, lembre-se destas dicas!

    • Conheça bem o condomínio e o regimento
    • Conheça os termos básicos
    • Não seja um general
    • Promova troca de ideias com regularidade
    • Seja transparente no controle das finanças
    • Seja organizado e criativo
    • Tenha um bom relacionamento com todos
    • Comunique-se com clareza
    • Use e abuse da tecnologia para auxiliar na administração condominial. Conheça a Winker!

Desejamos sucesso!

 

 

CompartilheTweet about this on TwitterShare on Google+0Share on Facebook0Share on LinkedIn0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *