6 dicas de gestão para diminuir as despesas do condomínios

economizar na taxa de condomínio
CompartilheTweet about this on TwitterShare on Google+0Share on Facebook16Share on LinkedIn0

O conceito da Rede Domus é integrar e facilitar a vida em condomínio. Nessa linha, uma de nossas ações é compartilhar as experiências e aprendizados que construímos junto aos nossos síndicos clientes, inclusive sobre como economizar!

No artigo dessa semana trazemos um material preparado por um síndico cliente, Thiago Paulo, que também é Coordenador de Planejamento Financeiro. Ele traz 6 dicas práticas para os síndicos que precisam economizar para evitar o aumento da taxa do condomínio e até mesmo diminuir a taxa aplicada atualmente.

Esperamos que você goste das dicas e consiga aproveitá-las ao longo de sua gestão.

Boa leitura!

———————————————-

6 dicas para diminuir a taxa de condomínio

O Brasil está passando por um cenário econômico desafiador. A inflação, que deve fechar o ano acima de 9%; a queda da economia, que deve ser de -2%; e os juros altos ditam o ritmo das decisões financeiras das famílias e empresas.

Nos condomínios, esse cenário não é diferente. Os recentes reajustes na conta de energia elétrica; a inflação, que pressiona o valor dos produtos de limpeza; além dos reajustes dos salários, comprometeram a previsão orçamentária.

A equipe de asseio, por meio de convenção coletiva, teve aumento de 28%. Os profissionais de vigilância tiveram aumento de 14%. Já a conta de energia teve aumento de 65%.

Diante desse cenário, como não reajustar a taxa de condomínio?

Pode parecer inviável, mas o corpo diretivo do condomínio pode propor soluções para economizar e segurar os custos, evitando o aumento da taxa e, até mesmo, podendo reduzi-la! No entanto, todas as alternativas passam pela mudança de comportamento do condômino. Confira algumas medidas simples, mas impactantes:

  1. Limpeza: Os moradores precisam se conscientizar de que um lugar limpo não é aquele em que mais se limpa, mas sim o que menos se suja. Se todos colaborarem, o condomínio pode reduzir as despesas com faxineira e/ou auxiliar de serviços gerais; e dos custos com a compra de material de limpeza. Além de atuar na conscientização com Avisos no Rede Domus, tenha um limite de custos planejado para compra de material de limpeza e tente ficar dentro dele. O módulo financeiro do Rede Domus pode ajudar o sindico a acompanhar a evolução das despesas com esses produtos.
  2. Negociação: Quantos fornecedores o seu condomínio têm? Administradora? Empresa terceirizada? Manutenção do elevador? Manutenção dos portões? Jardineiro? Revise todos os contratos, avaliando a real necessidade ou freqüência de uso. Pequenas alterações, como a redução no número de horas ou de escopo pode reduzir o valor dos contratos. No módulo de Fornecedores do Rede Domus você tem todos os valores pagos a essas empresas. Tenha essa informação em mente quando for negociar. Muitas vezes, nem a própria empresa tem essa informação de forma organizada.
  3. Energia Elétrica: Diga não ao desperdício de energia. Reduza o tempo em que as lâmpadas das áreas comuns ficam acesas.Troque as lâmpadas comuns por lâmpadas de LED, pois o valor investido retorna em até 4 meses! Instale o sistema de chamada inteligente nos elevadores (chama sempre o mais próximo), que pode reduzir a conta de energia em até 40%.
  4. Colaboração: Há moradores sempre dispostos a colaborar com o condomínio. Muitos deles descartam o excesso de produtos não utilizados, como produtos de jardinagem e manutenção. Além de produtos, os moradores também podem colaborar com ideias! Esteja sempre à disposição deles, pois há ideias valiosas que podem ser facilmente implementadas. Os avisos e os chamados públicos (para enquetes e campanhas) do Rede Domus são muito eficientes para esse relacionamento.
  5. Fiscalização: Fiscalize todo o trabalho dos seus funcionários e o comportamento de todos os moradores. Exija que os funcionários usem os produtos de forma consciente, colocando metas semanais para economizar. Identifique moradores que não ajudam e, se previsto em regimento, aplique as advertências e multas necessárias. Sujar as áreas comuns, normalmente, é infração passível de advertência. Não seja conivente.
  6. Investimentos: Sabe aqueles investimentos que os moradores querem tanto fazer? Talvez não seja o momento mais adequado. Deixe os investimentos para depois. Primeiro organize o orçamento e identifique os gastos essenciais com o foco em economizar. Prefira fazer poupança a uma chamada de capital. Com o orçamento organizado e sobrando dinheiro, você pode propor o uso do fundo de reserva, com posterior devolução. Não seja imediatista para atender as demandas do condomínio.

Em abril de 2015, aqui no Torres de Campinas, fizemos uma assembleia em que foi exposto o aumento dos custos do condomínio de 13% nas contas de março (4% acima do orçamento previsto), em comparação com a média dos meses anteriores. Após implementar grande parte das sugestões acima, reduzimos o custo, com base em março, na ordem de 14%. No mês de julho estamos caminhando para uma execução orçamentária 10% abaixo da previsão.

Elaboramos um orçamento base zero para o condomínio, planejando todas as despesas do zero, como se fosse um novo condomínio. Após esse processo, já identificamos a possibilidade de reduzir as despesas em mais 10%, com previsão no curto prazo de execução orçamentária 20% do orçamento vigente.

Neste cenário, o condomínio fica com caixa para realizar novos investimentos, recompensando os moradores que se empenham e auxiliam na redução dos custos ou, até mesmo, reduzir a taxa de condomínio.

O uso do Rede Domus nos proporcionou rapidez na organização das informações para tomada de decisão, seja nas compras, seja na negociações com os fornecedores, além de ser um excelente instrumento de transparência, pois todos os moradores podem acompanhar a execução orçamentária, sabendo onde cada real é gasto e como é gasto, ajudando no controle.

Autor: Thiago Paulo – Atua profissionalmente como Coordenador de Planejamento Financeiro e também é síndico Rede Domus do condomínio Torres de Campinas de 200 unidades.

CompartilheTweet about this on TwitterShare on Google+0Share on Facebook16Share on LinkedIn0

   1 comentário


  1. Jaques
      4 de agosto de 2015

    São José-SC, 04/08/2015 (terça-feira)

    Interessante a matéria sobre economia nas despesas do condomínio.

    Francisco JAQUES
    Síndico do Cond Res Porta do Sol
    “O Condomínio considerado Excelência no bairro N. Srª do Rosário!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *