10 dicas para valorizar seu imóvel antes de vender

imovel
CompartilheTweet about this on TwitterShare on Google+0Share on Facebook49Share on LinkedIn0

A oferta de imóveis cresceu bastante, mas a procura não cresceu na mesma proporção. Se você está planejando vender seu imóvel nos próximos meses, é indicado preparar seu “cantinho” para se diferenciar e sair na frente nessa corrida.

Você sabe o que você pode fazer para valorizar o seu imóvel antes de vender?

Preparamos 10 dicas simples para que seu imóvel ganhe valor na hora de vender:

1. Faça uma reforma estética e funcional: O primeiro passo é dar uma geral no imóvel. Pinte as paredes com cores claras e neutras, que agradam a todos os gostos e faça pequenos reparos como trocar pisos quebrados, consertar torneiras, trocar as lâmpadas queimadas. Foque em ações pequenas mas que causam grande impacto na percepção do possível comprador.

2. Despersonalize a decoração: Brindes do seu time de futebol, símbolos religiosos e coleções em geral devem ser guardados, para evitar que causem um sentimento negativo no possível comprador. Ele pode não compartilhar de suas preferências e crenças, então, quando mais neutro o ambiente, menor o risco de causar sentimentos indesejados.

3. Faça uma limpeza e arrumação geral: Guarde tudo o que estiver espalhado e organize tudo, inclusive dentro dos armários. Se você tiver móveis embutidos e o comprador estiver interessado no imóvel, é comum as pessoas quererem testar portas e gavetas. Vale também se certificar de as tampas dos vasos estão abaixadas. Cortinas limpas e bem arrumadas também ajudam bastante.

4. Explore todos os sentidos do comprador (visão, olfato, audição, paladar e tato): Para que o possível comprador tenha uma boa experiência, é preciso saber explorar e administrar todos os sentidos.

  • Visão: Além da limpeza e organização, mostrar uma bela vista ajuda a estimular o sentido da visão. Abra todas as cortinas, acenda as luzes de todos os cômodos e procure agendar visitas durante o dia, ajuda. A falta de claridade pode prejudicar a visualização dos espaços.
  • Olfato: Uma vela aromática ajuda a estimular positivamente o olfato e associa a um bom sentimento. Mas não abuse nas fragrâncias, ok?
  • Audição: Música ambiente também ajuda na construção de uma boa experiência, mas em volume bem baixo, para não atrapalhar o diálogo com o comprador.
  • Paladar: Oferecer um bom café ou um copo de água fresca ajuda a quebrar o gelo.
  • Tato: O toque em almofadas ou sofás com um tecido de textura agradável também causam boa sensação.

Se estiver calor lá fora, ligue o ar condicionado.

5. Mostre o imóvel vazio: Quanto menos pessoas na casa, mais à vontade os compradores se sentirão para avaliar os cômodos. Combine com sua família os horários e peça que se organizem para liberar o imóvel, se possível.

6. Não descuide da fachada: Mesmo que o interior da residência esteja impecável, não se pode esquecer que a área externa é a primeira impressão do visitante. Muros pichados, lixo, rachaduras, jardim mal cuidado, podem causar uma primeira impressão muito ruim. Se você mora em condomínio, procure participar das decisões das assembleias, para buscar preservar e valorizar seu imóvel e de seus vizinhos.

7. Tenha informações sobre a região e sobre o condomínio: Saber informar sobre os mercados da região, disponibilidade de ônibus, distância até o shopping, é importante para o comprador. Procure reforçar os pontos fortes da sua localização. Saber falar das áreas de lazer de seu condomínio, da transparência na gestão e dos cuidados com segurança também é essencial.

8. Deixe a documentação em dia para acelerar o negócio: Regularize seu imóvel. Contrato de gaveta ou escritura em nome de outra pessoa, mesmo que familiar, pode contar negativamente na tomada de decisão do possível comprador, pois pode representar dificuldades no fechamento da compra.

9. Deixe as contas do imóvel em dia: Obrigações financeiras não cumpridas também prejudicam a venda do imóvel. Certamente o potencial comprador terá mais interesse se o condomínio estiver pago em dia, assim como IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano ) e taxas em dia, é um empecilho a menos da hora de o comprador comparar com outros imóveis. Para ter certeza de que está tudo em dia, é importante consultar se o imóvel não tem dívidas junto ao Estado ou à Prefeitura. Obtenha CND (Certidão Negativa de Débito) da administradora do imóvel e do estado e prefeitura sobre o imóvel. Se não souber como fazer isso, procure uma imobiliária de confiança. Normalmente eles tem os canais certos para obter essa documentação.

10. Faça uma divulgação de qualidade: Divulgar seu imóvel na internet aumenta muito as chances de venda, mas somente se for bem feita. Especialistas recomendam 10 fotos de qualidade, com o ambiente bem organizado, sem pessoas, de espaços amplos. Dependendo do valor do imóvel, vale contratar um fotógrafo profissional. Uma descrição detalhada também ajuda bastante. Detalhe o imóvel e procure ressaltar os pontos fortes comparados com outros imóveis da região.

Agora, arregace as mangas e mãos à obra! Saia na frente e prepare seu imóvel.

Bons negócios!

CompartilheTweet about this on TwitterShare on Google+0Share on Facebook49Share on LinkedIn0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *